Você sabe o que dizer!

Um assunto recorrente em assessoria de imprensa é a insegurança dos entrevistados. Incrível como preferimos pensar coisas do tipo: não vou saber o que dizer, não vou “dar conta”, não vou corresponder...

Do outro lado, bons entrevistadores se preocupam em pesquisar o mínimo que seja para inteirar-se sobre o assunto e não decepcionar o entrevistado com perguntas óbvias ou mesmo afastando o medo de não saber o que perguntar.

Em ambos os lados a insegurança está lá, gritando. Especialmente quando se tem pouca intimidade com este tipo de situação. Dizer para um cliente de assessoria que você marcou aquela entrevista, naquele espaço jornalístico tão sonhado, batalhado, nem sempre soa bem pra ele. Pode ser o início de um processo de estresse, um martírio até passar a dita cuja entrevista. Por sua vez, um repórter que recebe a pauta tão esperada, com o personagem que muitos gostariam de entrevistar, treme na base só de pensar em ficar frente a frente com o cidadão.

A questão maior é o medo de errar. Mas errar é tão bom! É com os erros que aprendemos, sem dúvida. Então, por que tanto medo de errar? Bem, isto já é assunto pra outro texto...rsrsrsr... O fato é que em qualquer situação em que uma pessoa é solicitada pra dar entrevista, ela é escolhida justamente por ser quem mais, no momento, sabe do assunto ou do ocorrido. É o que dizemos comumente para alguns clientes da Santa que ainda se deparam com a insegurança: você, melhor do que ninguém, conhece o assunto, sabe o que dizer!

Ah, mas e se o repórter enlouquecer, ou pesquisar além do meu conhecimento e me fizer uma pergunta que eu não saiba responder? A resposta é esta mesmo: infelizmente não sei lhe responder esta questão no momento ou ainda não tenho dados sobre isto, mas posso buscar e lhe fornecer depois. Viu? Nem dói!

O que o mundo, inclusive o dos negócios, precisa é relaxar. O imediatismo e a busca pela perfeição só contribuem para mais estresse, intolerância e frustração. Portanto, fica a dica: da próxima vez que você for perguntado sobre algo, lembre-se que você sabe o que dizer...e se não souber, tudo bem!