El Clandestino promove segunda edição do Teatro de Bolso

Evento musical intimista inicia dia 14 e segue até 18 de outubro, gratuitamente,

com diferentes apresentações e oficina

 

Arte, design, comunicação e cultura.  Para a El Clandestino, mistura de galeria de arte e estúdio de design, tudo isso se liga, se completa. E após mais um semestre de exposições de arte, oficinas, workshops e intervenções, a El abre as portas para a segunda edição do Teatro de Bolso – um projeto que valoriza a produção autoral de músicos, compositores e instrumentistas que atuam e vivem em Santa Catarina.

De 14 a 17 de outubro, Sérgio Lamarca (de Itajaí), Filipe Burgonovo (de Blumenau), Ana Paula da Silva (de Joinville), François Muleka, Trama Trio e João Amado (todos de Florianópolis) apresentarão shows inéditos e intimistas – em duas sessões para 25 pessoas cada – (veja programação) na El Clandestino. Para encerrar, no dia 18, M. Albert Jazz Manouche Quartet (de Floripa) fará um grande show aberto e ao ar livre no jardim do MAJ com a presença de outros músicos convidados.

Com a curadoria artística do músico e produtor Gabriel Vieira, o Teatro de Bolso será uma grande celebração à música autoral e aos seus compositores e criadores. Todos os espetáculos terão entrada gratuita, com distribuição dos ingressos uma hora antes no dia e local do evento. “É um momento de proximidade com o artista, onde você vivencia a música como um todo”, completa João Guilherme da Costa, sócio proprietário da El Clandestino Galeria de Arte.

Além de música, o Teatro de Bolso contará com a oficina Poesia e Canção, que será ministrada pelo músico João Amado, gratuitamente. As inscrições devem ser feitas previamente na galeria ou por e-mail. “Neste formato intimista, os músicos estarão bem perto do público, abertos à troca de experiências e aprendizado, estimulando o público não só a assistir ao espetáculo, mas também entender como ele é feito, de onde ele vem, quais as inspirações e referências do artista, sua técnica e assim captar ao máximo a essência de seu trabalho autoral”, explica Sarah Pinnow, sócia proprietária da El Clandestino Galeria de Arte.

Este projeto foi aprovado pelo Edital Elisabete Anderle / 2014 – categoria Prêmio Catarinense de Apoio a Eventos Artísticos e Culturais, com o patrocínio do Governo do Estado de Santa Catarina, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Fundação Catarinense de Cultura, FUNCULTURAL e Edital Elisabete Anderle / 2014. Conta om o apoio da Estação Sabor, Fundação Cultural de Joinville, Museu de Arte de Joinville, Santa Cultura Comunicação Criativa e Teatro da Liga.

Informações em www.elclandestino.com.br ou pelo telefone 3025.5774.

Pra não perder

Se você não puder ir ao evento, poderá acompanhar aos shows, ao vivo, através do link LiveStream, que será postado na página da galeria: facebook.com/elclandestinogaleria.

Programe-se*

14/10 – quarta feira

Sérgio Lamarca + Filipe Burgonovo

Show Dois Mundos – sessões às 20h e às 21h30

Local: El Clandestino Galeria de Arte – rua Ministro Calógeras, 287

Em direções opostas se cruzam sem notar em ciclos compartilhando os sons de seus universos, unindo versos dos mais profundos sentimentos. Sérgio Lamarca e Filipe Burgonovo estão em eclipse!  Juntos e separados no mesmo palco, invadindo o espaço musical um do outro sem perder o estilo que define as características dos planetas de cada um-único. As músicas apresentadas no show “Dois Mundos” são de cura, limpeza, autoconhecimento, busca e compreensão dos acontecimentos da vida. A palavra resiliência define o que a poesia de Sergio Lamarca passa e também o astral que emana da musicalidade de Filipe Burgonovo. 

15/10 – quinta-feira

Ana Paula da Silva + François Muleka

Show Canto Negro – sessões às 20h e às 21h30

Local: El Clandestino Galeria de Arte – rua Ministro Calógeras, 287

Focado na música afro-brasileira, Ana Paula da Silva e François Muleka unem voz, cordas e coração. Show que comemora também o nascimento de Ana Paula da Silva. Os artistas realizam esta apresentação em agradecimento às influências que são muito evidentes em seus trabalhos autorais.

16/10 – sexta-feira

Trama Trio

Show Mergulho – sessões às 20h e às 21h30

Local: El Clandestino Galeria de Arte – rua Ministro Calógeras, 287

Primeiro trabalho do grupo, o disco Mergulho, foi um projeto contemplado pelo edital cultural Elisabete Anderle. Registro feito ao vivo, o grupo buscou a imersão para executar o trabalho, mergulhando nos ares da serra catarinense por dez dias. É o som do ar, com as influências do mar em canções que irão embalar.

17/10 – sábado

João Amado

Oficina Poesia e Canção – das 14h às 16h

Performance Onde o Verbo Faz a Curva – sessão às 16h30

Local: El Clandestino Galeria de Arte – rua Ministro Calógeras, 287

A nova performance do compositor João Amado, apresenta declamação de poemas, bate-papo e canções em que a poesia e a prosa passeiam de mãos dadas. Buscando melodias medievais dos sefaradím, passando por Miguel Cervantes, compondo canções com textos de autores modernos, o repertório deste show propõe uma ponte entre o medieval e o contemporâneo da lírica ibérica à da América Latina.

Alguns poemas são recitados e outros apresentados em forma de canção. Há também a utilização do hibridismo, formando assim uma canção-declamação em uma mesma obra.

18/10 – domingo

M. Albert Jazz Manouche Quartet + convidados

Show de encerramento – sessão às 16h

Local: Jardim do MAJ

Com Rafael Calegari (contrabaixo acústico), Fernando Caramori (violão rítmico) e Gabriel Vieira (violino), Mauro Albert apresenta no repertório temas dos álbuns "Jazz Manouche Brasil" e "DromsManouche", e também composições inéditas do novo álbum, "Optchá".

*De 14 a 17, os ingressos, gratuitos, devem ser retirados uma hora antes da apresentação.

 

Santa Cultura Comunicação Criativa

Taísa Rodrigues | (47) 8864.3373

taisa@santacultura.com.br 

Sandra Moser | (47) 9179.7484

sandra@santacultura.com.br

www.santacultura.com.br