Exposição fotográfica mostra uma versão abstrata da arquitetura de Joinville

Obras do artista e fotógrafo Fábio Salun permanecerão no

Galpão daAaplaj durante um mês. Vernissage ocorreu na sexta-feira, dia 6.


          As linhas arquitetônicas das construções de Joinville despertaram a atenção e o olhar do artista plástico e fotógrafo Fábio Salun. Em andançaspelas ruas da cidade, ele buscou desenhos que rendessem uma leitura abstrata das edificações e seus detalhes muitas vezes despercebidos.

          Esse interesse pela arquitetura, tema que já aparecia em suas pesquisas, somado à paixão pela fotografia, se transformou na exposição Dobras e Dobramentos: um ensaio visual sobre a arquitetura de Joinville, que está em cartaz no Galpão da Associação dos Artistas Plásticos de Joinville, na Cidadela Cultural. A exposição é composta por nove fotografias adesivadas em placas de vidro, que estão à venda pelo valor de R$ 3 a R$ 4 mil.


          “A Arquitetura já aparecia em algumas fotos e, neste projeto, fiz uma reflexão sobre isso, criando o tema a partir da leitura das imagens. A construção foi bem livre. Visitei todas as áreas da cidade, saí caminhando e fotografando o que me parecia interessante”, comenta Salun.


          O trabalho é resultado do Projeto Redesenhando Joinville, aprovado pelo prêmio Elisabete Anderle 2014, que tinha como objetivo compreender como a arquitetura da cidade pode contribuir para a abstração e distorção de imagens em fotografia. O projeto foi orientado, na época, pela professora Nadja de Carvalhos Lamas, curadora de Dobras e Dobramentos.
A abertura ocorreu na sexta-feira, dia 6, e as obras seguem em exibição até o dia 6 de junho.

Sobre o artista

Fábio Salun nasceu em São Paulo. É artista plástico, fotógrafo, pesquisador e professor. Em 2002, começou a desenvolver uma pesquisa autoral em fotografia e a participar das primeiras exposições de arte. Em 2004, inicia o curso de graduação em Artes Visuais pela Univille (Joinville), onde também atuou como bolsista de extensão e realizou seu primeiro trabalho de iniciação científica sob a orientação da professora Nadja de Carvalho Lamas. Em 2009 fez alguns cursos sobre fotografia no MAM (Museu de Arte Moderna de São Paulo) e, em 2010, na Escola Pan-americana de Arte. Dois anos depois, concluiu uma especialização em história da arte e atualmente é mestrando em teoria e história da arte pela Udesc, sob a orientação da professora Rosangela Cherem, e bolsista pela Fapesc. Ao longo desse tempo, recebeu alguns prêmios, como o Prêmio Elisabete Anderle de Artes Visuais 2014, e tem participado de exposições individuais e coletivas e de seminários de pesquisa por todo o País.  


Serviço
O quê: Dobras e Dobramentos: um ensaio visual sobre a arquitetura de Joinville, por Fábio Salun
Onde: Galpão da Aaplaj, na Cidadela Cultural – Rua XV de Novembro, 1.400 – Centro de Joinville
Quando: 6 de maio a 6 de junho

Assessoria de imprensa
Santa Cultura – Comunicação Criativa
Sandra Moser / Roberta Benzati
(47) 9179-7484 / (47) 9984-2841
sandra@santacultura.com.br / roberta@santacultura.com.br
facebook.com/santaculturacomunicacao
www.santacultura.com.br